Eletrolifting【2021】– O que é | Cuidados | Como Funciona

Já ouviu falar em uma técnica conhecida como eletrolifting?

Será que é realmente efetiva contra as estrias?

Entre tantas técnicas existentes para acabar com as estrias, essa é uma das que conquista cada vez mais pessoas. Trata-se de um procedimento que leva a bons resultados, ainda mais em complemento com bons hábitos de vida.

Sendo assim, para entender melhor o que é eletrolifting e todo o seu potencial, acompanhe este guia completo e esclarecedor. Com certeza você vai se surpreender!

Eletrolifting
Eletrolifting: tudo sobre essa técnica que virou tendência em muitas clínicas 

Dúvidas frequentes – FAQ

 

O que é eletrolifting?

Eletrolifting é um aparelho utilizado para a correção da flacidez, principalmente na região do rosto. O nome junta o termo eletro (por usar um aparelho elétrico) com lifting, uma técnica que significa “levantar” ou “corrigir”. Algo como melhorar o aspecto de algo, nesse caso, da pele.

Esse processo de lifting acontece por meio dos estímulos elétricos gerados por esse aparelho, que é bastante comum nas clínicas estéticas. Aqui no Brasil, está bastante popular.

A técnica, porém, surgiu na França, por meio de um famoso dermatologista. Além desse nome, o procedimento é conhecido também como galvanopuntura e skin tightening.

Como funciona a técnica?

O aparelho de eletrolifting funciona a partir de radiofrequência ou corrente galvânica que liberam estímulos elétricos por meio de uma caneta. Esse instrumento é aplicado diretamente na área a ser corrigida, seja por flacidez, estrias, etc.

Assim como outros aparelhos, esse estímulo ajuda na circulação sanguínea da região, como se fossem pequenos arranhões. A caneta possui uma agulha bem fina por todo o caminho em que são formadas as estrias, as rugas e as marcas de expressão.

É comum acontecer um processo inflamatório no local, mas que passa rapidamente, regenerando a pele e atenuando o aspecto ruim. Assim, a regeneração também estimula a produção de novas fibras de colágeno, deixando a pele mais nutrida e com maior elasticidade.

Trata-se de um procedimento simples, que pode ser feito em diversas partes do corpo, mas sempre por especialistas renomados e em clínicas devidamente habilitadas.

Eletrolifting tratamento
Eletrolifting é um tratamento indicado para atenuar rugas e marcas de expressão 

Para quem é indicado?

A técnica é indicada para qualquer pessoa adulta que busca a correção de problemas como rugas, marcas de expressão e estrias.

Conforme salientamos, o eletrolifting pode ser aplicado em regiões como o rosto (sua principal indicação) mas também em locais em que há incidência de estrias – barriga, busto, cintura, nádegas, etc.

Funciona em todos os tipos de estrias?

O eletrolifting para estrias é muito buscado por várias pessoas, principalmente pelas mulheres que desejam se livrar desse problema sério.

As estrias são como rachaduras na pele, ficam totalmente aparentes e prejudicam o visual, ainda mais quando estão cicatrizadas, em estágio avançado. Ocorrem geralmente após a gravidez, depois da fase da adolescência ou como consequência do efeito sanfona (pós-obesidade).

Sendo assim, o eletrolifting é mais uma técnica recomendada para acabar com esse incômodo, sobretudo para as estrias vermelhas, que ainda são consideradas novas e fáceis de eliminar.

Se você notar o aparecimento de estrias vermelhas no corpo, não hesite em buscar esse tipo de tratamento. Com certeza será bastante efetivo.

Eletrolifting em estrias
As estrias vermelhas podem sumir com esse tratamento e com uma rotina diária de cuidados, ao contrário das estrias brancas, que são difíceis de serem eliminadas

Quanto às estrias roxas, é necessário passar por várias sessões para atenuar seu aspecto. O mesmo vale para as estrias brancas, que já estão expostas e há bastante tempo na pele. Nesse caso, o processo vai apenas clareá-las e deixá-las pouco aparentes. A eliminação é praticamente impossível.

Em todo caso, o eletrolifting é uma opção interessante que pode ser combinada com outros tratamentos para estrias.

 

Quantas sessões são necessárias?

Para um bom resultado, quantas sessões de eletrolifting são necessárias?

De acordo com especialistas, tudo depende do tratamento. No caso das estrias, são indicadas de 8 a 15 sessões, com um intervalo médio de 7 ou 15 dias.

Como cada caso é um caso, é essencial passar por uma consulta preliminar com especialista, para que ele delimite o melhor número para você.

Quando o eletrolifting é realizado no rosto, o procedimento dura cerca de 30 minutos. Já em outras partes do corpo (principalmente as afetadas com estrias), o tempo varia entre 40 e 60 minutos.

Se você quer passar por esse tratamento, saiba que é bastante tranquilo, não há dor e qualquer pessoa que não seja contraindicada pode fazer para conseguir bons resultados.

Em caso de dúvidas, consulte sempre o especialista! Busque sempre uma clínica confiável e com aparelhagem de qualidade! 

Quanto custa em média? #preço

O preço de uma sessão de eletrolifting varia bastante. Na média, fica entre 100 e 120 reais considerando clínicas renomadas.

De modo geral, você deve fazer pesquisas e cotações para definir qual é o melhor local para fazer o tratamento. Peça sempre a recomendação de seu dermatologista.

Outra dica é aproveitar promoções ou participar de clubes de fidelidade para conseguir descontos, assim como negociar um valor por todo o procedimento. Se fizer 10 sessões, por exemplo, feche um valor menor em caso de pagamento à vista.

Eletrolifting o que e
É bom esclarecer tudo antes de passar pelo tratamento

Existem riscos ou contraindicações?

Quais são as contraindicações do eletrolifting?

Especialistas revelam que algumas pessoas não devem passar por esse procedimento:

  • Grávidas e lactantes
  • Pessoas com arritmia cardíaca
  • Hipertensos
  • Diabéticos
  • Portadores da Síndrome de Cushing
  • Pacientes com câncer
  • Indivíduos com alergias, hipersensíveis à dor ou com tendência para adquirir queloide na pele.

Quanto aos riscos, não há nenhum dano grave desde que o processo seja realizado por equipe especializada. Portanto, procure sempre boas clínicas e profissionais renomados. É comum a pele ficar irritada após o procedimento. Em todo caso, conte sempre com o apoio do especialista para acompanhar e tirar todas as suas dúvidas.

 

Cuidados antes e depois do eletrolifting

Quais são os cuidados antes do eletrolifting?

De modo preliminar, você deve passar em uma consulta com um dermatologista para fazer uma avaliação completa. Se o médico liberar o procedimento, é fundamental manter a pele bem hidratada antes da sessão, independente se está ou não bronzeada.

Antes da aplicação, a pele é limpa com produtos especiais para evitar contaminações. Se necessário, o especialista pode solicitar alguns exames, mas é bem raro isso acontecer.

Eletrolifting para estrias
A agulha penetra no local afetado pelas estrias, aumenta a circulação e atenua seu aspecto 

E após a sessão de eletrolifting, o que fazer?

Depois do procedimento, continue hidratando a pele com cremes indicados pelo dermatologista. Evite que fique oleosa e não exponha ao sol. Durante o dia, use sempre protetor solar FPS 30, renovando a aplicação de três em três horas. Em alguns casos, o especialista pode receitar um produto despigmentante para ser aplicado durante a noite.

Os resultados são visíveis e efetivos, atenuando o aspecto das linhas de expressão, das rugas e das estrias vermelhas. Entretanto, trata-se de apenas um procedimento auxiliar aos bons hábitos.

Para potencializar seu efeito, alie o eletrolifting com a ginástica facial, com uma alimentação balanceada e a prática de exercícios físicos – pelo menos uma vez ao dia. Além disso, mantenha uma rotina frequente de cuidados com a pele.


Enfim, esperamos que tenha gostado de saber tudo sobre eletrolifting. Deixe um comentário, diga quais são suas dúvidas e compartilhe o conteúdo. Até a próxima!

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.